Bem Vindo(a) ao EVA OnLine!

Este Blog foi criado especialmente para mantê-lo informado sobre o melhor grupo baiano de todos os tempos: a Banda EVA! Você é meu convidado especial a opinar, interagir e compartilhar tudo sobre a banda liderada pelo vocalista Saulo Fernandes. Aproveite e volte sempre!

segunda-feira, 28 de julho de 2008

Brinquedo de gente grande


A maior novidade da festa com a Banda Eva, sábado, no Espaço Folia, estava na tecnologia usada para movimentar o palco que circulou entre o público durante três horas. O palco móvel, a Eva nave, montada no chassi de caminhão, era “dirigido” por controle remoto. Isso mesmo. Igual àqueles de carrinho de autorama. Um produtor da banda, Edil, passou todo o tempo puxando a nave por meio de comandos no controle, montado em uma caixa de apenas 20 centímetros. O uso de tecnologia não pára por aí. A mesa de som e luz da nave foi instalada no camarote e funcionou no sistema wirelless. Preço da brincadeira: R$ 500 mil.O modelo do palco móvel foi criado para atender a demanda de carnavais indoor. Para tornar prático o transporte do equipamento, o chassi tem pouco mais de dois metros de largura, tamanho suficiente para colocá-lo em um caminhão baú. Mas a viagem de uma cidade a outra é lenta. De Brasília a Belo Horizonte foram dois dias de estrada. A Eva nave segue para o Rio, Fortaleza, Natal, Vitória, Salvador e Recife. Quase ninguém percebeu a novidade. A multidão, apaixonada pelo Eva, quis mais foi cantar e se divertir. O show começou um pouco antes das 18h, uma hora depois do horário previsto. Mas aos primeiros acordes de Pequena Eva, o público nem se queixou da demora. A platéia delirou. E foi assim por três horas e cerca de 50 músicas, entre os clássicos da banda e de outras da Bahia. Saulo não ensaia o seu repertório. Em cima do palco, de acordo com o clima dos fãs, ele escolhe as canções .Lá fora, na Avenida Olhos d'Água, acesso principal ao Espaço Folia, o movimento era intenso duas horas antes do início da festa. E desta vez, além dos ambulantes, cambistas e dos foliões, até candidato a vereador aproveitou o espaço para fazer sua campanha. “Você desce a rua e vai entregando os santinhos para a meninada”, ensinava um candidato ao cabo eleitoral. “Bebeu, caiu, agora levanta”, gritou um folião a outro, que, deitado no chão, dava provas de exagero na bebida. “Sobrando, eu compro!”, gritava um cambista, quase passando por cima do rapaz, sem se preocupar com o seu estado. “Compro o ingresso por R$ 50 e vendo por R$ 55”, dizia ele, garantindo que o lucro, apesar da procura dos retardatários, era pequeno.A festa terminou quase às 23h, com apresentação de A Zorra, no palco Marte. O estacionamento, com capacidade para mil carros, estava apenas com meia lotação. “Esse é nosso primeiro evento em tempos de lei seca e, ao que tudo indica, a galera está atenta e preferiu o táxi ou vans”, disse o produtor Leo Dias. Confira galeria de fotos clicando aqui.
.
Fonte: Uai.com.br.

2 comentários:

Marcela disse...

Gostaria de deixar um comentário e, se fosse possível, que chegasse para Saulo. Tenho um filho de dois anos que é apaixonaaaaaaaaaaaaaado pela Banda Eva, cantas todas as músicas e assiste o DVD todos os dias. E quando entra no carro a primeira coisa que pede é para colocar o cd da Banda Eva.
Então Saulo fica aqui um beijo do seu fã pequenino Pedro.

karolline disse...

Parabéns meu lindo
Vc é dez!!!!!
Que Deus continue te iluminando
Feliz aniversário